Vinaora Nivo Slider 3.xVinaora Nivo Slider 3.x

 

Assegurar o bem-estar animal em todo o processo produtivo para além de uma exigência da sociedade moderna, é uma necessidade das explorações eficientes e produtivas, bem como uma necessidade dos matadouros (ao longo da cadeia de abate, na descarga, no parqueamento, no encaminhamento e no atordoamento sem sofrimento), bem como na fase final, na sala de desmancha (para garantir a rastreabilidade de todos os animais que foram abatidos com os requisitos desta certificação).

 
                 

Consultas Públicas/Petições

https://apicarnes.pt/images/conulta_publica_1.jpg

Clique Aqui

 

Só com elevados padrões de bem-estar animal se consegue assegurar uma boa sanidade animal na exploração.

Só com elevados padrões de bem-estar animal, se consegue uma carne de qualidade e segura!

 
 

Consultar aqui

Formulário aqui

 

  

    

A carne tem sido e continua a ser uma importante fonte alimentar, fornecendo uma vasta gama de nutrientes valiosos que o nosso corpo pode absorver facilmente. Juntamente com outros alimentos de origem animal, como o peixe, os ovos e o leite, também desempenha um papel importante em várias tradições e receitas culturais europeias. As pessoas estão biologicamente adaptadas a uma dieta que inclui carne, o que é importante numa dieta saudável e equilibrada. Alguns nutrientes presentes na carne e noutros alimentos de origem animal nem sempre são facilmente obtidos ou podem ser obtidos a partir de alimentos de origem vegetal.

A carne é uma excelente fonte de vitaminas, minerais e micronutrientes essenciais que o organismo pode absorver facilmente. Uma porção de 100g de carne vermelha, por exemplo, fornecerá cerca de 25% da dose diária recomendada de riboflavina, niacina, vitaminas B5 e B6, e dois terços da vitamina B12. As dietas pobres em alimentos de origem animal podem conduzir a várias deficiências nutricionais. Estudos demonstraram que as dietas pobres em carne podem pôr em risco o desenvolvimento do cérebro e do sistema reprodutor. De facto, é reconhecido que os alimentos de origem animal são essenciais nos primeiros 1000 dias de vida de um bebé e para o desenvolvimento do esqueleto e do cérebro dos pré-adolescentes. Ler mais aqui.